Mato Grosso, 31 de Maio de 2020
Economia / Agronegócio
Flores é setor que mais sofre com pandemia do coronavírus
06.04.2020
09:04
FONTE: Agrolink

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • As vendas de flores e plantas ornamentais caíram 70%

    Foto: Reprodução

O mercado de flores do Brasil é aquele ligado ao agronegócio que mais está sofrendo com a crise do coronavírus, segundo informações divulgadas pela Sociedade Nacional da Agricultura (SNA). O principal motivo foi o cancelamento de todos os eventos nesse período, o que resultou em aumento dos estoques e consequentes perdas da produção, já que as flores não duram muito.

 

Em meio a esse cenário, as vendas de flores e plantas ornamentais caíram 70% na semana passada nos supermercados e floriculturas de todo o país. “Não vendemos mais do que 30% do faturamento previsto para a semana”, informa Kees Schoenmaker, presidente do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor).

 

Para tentar estimular a comercialização, o Ibraflor e as cooperativas pediram o apoio da Associação Brasileira de Supermercadistas (Abras) para manter os espaços nos supermercados e ajudar a promover uma campanha para que as pessoas comprem flores individualmente. “A maior dificuldade que estamos encontrando no mercado são os cancelamentos dos eventos. Por isso as flores de corte sofreram o maior golpe. A maioria das floriculturas está fechada e a corrida apenas por alimentos e produtos de limpeza reduziu drasticamente as compras nos supermercados”, diz o presidente do Ibraflor.

 

Ainda de acordo com Schoenmaker, somente no âmbito dos produtores, os prejuízos devem atingir entre R$ 40 milhões e R$ 60 milhões. “Temos a expectativa de poder reverter essa situação e estamos trabalhando fortemente para isso, contando com apoio governamental. A Prefeitura de Holambra, o governo estadual e o Ministério da Agricultura estão sensíveis ao nosso problema e têm dado todo o apoio possível até o momento. Temos recebido ainda o significativo apoio da Confederação Nacional da Agricultura (CNA)”, garante.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO