Mato Grosso, 22 de Outubro de 2021
Economia / Agronegócio
Inflação da construção civil acumula alta de 22% nos últimos 12 meses
11.10.2021
09:39
FONTE: Lucas Pordeus Leon - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Agência Brasil

    Foto: Agência Brasil

O índice que mede a inflação na construção civil fechou o mês de setembro em 0,88% e, com isso, acumula uma alta nos últimos 12 meses de 22%, mesma porcentagem dos 12 meses anteriores, quando o Índice Nacional da Construção Civil, medido pelo IBGE, também registrou alta de 22%. Os novos dados foram divulgados nesta sexta-feira (08).

 

O gerente do IBGE responsável pelo índice da Construção Civil, Augusto Oliveira, destacou que o mês de setembro manteve uma desaceleração dos preços que começou em julho deste ano. Setembro de 2021 registrou uma inflação menor que agosto, quando os preços da construção civil cresceram 0,99%, e menor que setembro de 2020, quando os preços subiram 1,4%. Entre as regiões, a centro-oeste apresentou a maior variação em setembro deste ano, com crescimento de 2% em relação ao mês anterior.

 

O administrador Júnior Borges está há 11 meses fazendo uma reforma estrutural na própria casa no Distrito Federal e, por causa dos aumentos de preços, a construção precisou parar em alguns momentos. Já o professor de contabilidade da Universidade de Brasília, Jomar Rodrigues, avalia que o aumento do preço da construção civil é tanto um reflexo da inflação geral quanto do aumento da demanda causado pela pandemia, com as pessoas passando mais tempo em casa. 

 

 

O índice da Construção Civil mede tanto a variação dos preços dos materiais de construção como da mão de obra. Entre os estados, as maiores variações de setembro foram registradas no Amazonas e Goiás, ambos com inflação acima de 3%.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO