Mato Grosso, 26 de Fevereiro de 2021
Economia / Agronegócio
Investimento têm objetivo de melhorar bacia leiteira em MT
18.02.2021
08:46
FONTE: Redação com Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Divulgação

    Foto: Divulgação

Doação de sêmen bovino, fertilização in vitro e transferência de embriões são as ferramentas adotadas para melhorar geneticamente o rebanho leiteiro de Mato Grosso.

 

A iniciativa beneficia produtores familiares de 33 cidades, abrangendo todas as setes regiões mato-grossenses.

 

Segundo o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Silvano Amaral, a expectativa é aumentar a produção leiteira em Mato Grosso.

 

Atualmente, cada vaca produz em média quatro litros de leite por dia e o objetivo é chegar a 10 litros por dia em 10 anos.

 

A médica veterinária Vânia Ângela Kohl e o engenheiro agrônomo Avelino Taques Neto, ambos responsáveis pelo programa da Seaf ‘MT Produtivo Leite’, acrescentam que nos últimos três meses o Governo do Estado distribuiu cinco mil doses de sêmen bovino sexado e 10 mil doses de sêmen convencional.

 

As doses de sêmen são de cinco raças com forte potencial para produção leiteira: Holandesa, Jersey, Girolando três quartos, Girolando cinco oitavos e Girolando leiteiro. 

 

 

A médica veterinária explica ainda que, por meio de acordos de cooperação, cooperativas e prefeituras dessas cinco cidades irão promover mais 650 prenhezes, totalizando ao final mil e trezentas inseminações.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO