Mato Grosso, 12 de Agosto de 2022
Economia / Agronegócio
Plantio da safra de soja começa no dia 16 de setembro em Mato Grosso
30.06.2022
06:40
FONTE: Redação com Assessoria

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

  • Foto: Agência Brasil

    Foto: Agência Brasil

O calendário de plantio de soja em Mato Grosso será de 16 de setembro de 2022 a três de fevereiro de 2023, de acordo com a Portaria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, referente à safra 2022/2023.

 

A medida atende ao Programa Nacional de Controle da Ferrugem Asiática da Soja, que estabelece o período do vazio sanitário para controlar o desenvolvimento do fungo causador da doença e racionalizar o número de aplicações de fungicidas. 

 

O diretor técnico do Indea, Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso, Renan Tomazele, explicou que a semeadura da soja só é permitida dentro do período do calendário de plantio, e a fiscalização do cumprimento da medida fica a cargo dos fiscais e agentes do Indea.

 

Os fiscais e agentes do Indea estão atentos em relação ao cumprimento do período de vazio sanitário no estado, período em que é proibida a presença de plantas vivas de soja, guaxas ou cultivadas, no território mato-grossense.

 

A proibição começou em 15 de junho e segue até 15 de setembro.

 

Em 2021 foram realizadas mais de seis mil fiscalizações em propriedades, durante o vazio sanitário da soja. A ação alcançou 121 municípios do estado.

 

Ao todo, foram emitidas 166 notificações quanto à obrigatoriedade da destruição das plantas de soja e expedidos 74 autos de infração por descumprimento do vazio sanitário.

 

O vazio sanitário da soja foi instituído em Mato Grosso no ano de 2006, como uma medida fitossanitária para a prevenção da ferrugem asiática da soja, a fim de reduzir a sobrevivência do fungo que provoca a doença na entressafra e, assim, evitar a ocorrência da ferrugem durante a safra.

 

 

A ferrugem asiática da soja é uma das principais doenças que acomete a cultura, causando desfolha precoce da planta, impedindo a completa formação dos grãos e a consequente queda de produtividade.

IMPRIMA ESSA NOTÍCIA ENVIE PARA UM AMIGO

NOTÍCIAS RELACIONADAS
ENVIE SEU COMENTÁRIO